30 de mar de 2011

Cabide



E agora para terminar consegui fazer fotos melhores para documentar minhas dobras no tecido para um cabamento bom. E tenho certeza que a cada colega que tentar vai conseguir adaptar técnicas melhores, e se quiserem escrever ou enviar foto para mostrar ficarei contente.
Boa sorte a vocês, e não esqueça, não desista na primeira tentativa, adapte, mude, mas persista, só assim saberá o resultado.

Bem, foram 2 dias só encapando cabides. Este último foi mais fácil que o primeiro graças a minha persistência em testar novas técnicas. Errei na escolha do tecido, feltro não é aconselhavel. Tentei fazer um passo a passo mas minhas fotos nao ficaram boas então vou tentar descrever como fiz. Para fazer o cabide duplo, cortei duas tiras largas de tecido, colocando o cabide em cima das tiras cortei ao meio cada tira, da ponta até a abertura do cabide (canto). Colei a tira com cola quente em toda a extensão do cabide. Puxei a outra metade para esticar bem fui colando aos poucos até a ponta por cima da outra metade que ja estava colada, onde passei as rendas para dar o acabamento. Nas pontas o segredo é puxar e dobrar seguindo o desenho do cabide. Continuo achando que com a costura o acabamento fica mais delicado, a cola fica grossa e dura por baixo do tecido. Agora sei encapar cabide!

Cabide


Este fiz para combinar com primeiro " romântico". Estou evoluindo na tática de encapar e de acabamento das bordas, o único problema ainda é a cola quente, é rápida, agiliza o término mas se fosse costurado estaria melhor.

Cabide


Pois é, teimosia? persistência? não sei. Olhei para os outros cabides e pensei, se fizer de tecido será que não facilitará? e facilitou mesmo, mas falta treinar uma tática para que os acabamentos principalmente dos cantos fiquem perfeitos, mas isso só com a prática, persistência contando com a paciência também.. Como o primeiro minha filha disse que parecia uma "cenoura" este fiz mais romântico com as rendas e flor de fita mimosa, comprada pronta. Neste trabalho contei muito com a ajuda da cola quente, foi mais rápido e o tecido facilita muito as dobras. Faltam 2 cabides ainda.

Cabides



O início desta criação foi por pena de colcar alguns cabides velhos, de madeira, que não usava mais. Entao, resolvi tentar encapa-los, e a primeira experiência que foi este aqui ao lado foi horrivel. Resolvi fazer em feltro, duro para dobrar, colar e costurar ao redor da fibra que enrrolei no cabide. Terminei de teimosa prometendo não tentar fazer mais nenhum cabide. O gancho encapei com fita mimosa e as flores fiz em feltro e foi a parte mais fácil de todo o trabalho

27 de mar de 2011

Patchocolagem


A Continuação do jogo de banheiro é a capa do vaso, conforme estou concluindo estou postando.

24 de mar de 2011

jogo de banheiro


Hoje até que rendeu meu trabalho, também, depois de 3 meses em confecção!É claro que fazia 1 semana parava 2 e assim foi até que agora estou conseguindo terminar outro jogo de banheiro com patchocolagem. Seis peças que não dão trabalho, mas como eu dependo de costureira para costurar o que deixo alinhavado, demora mais que o normal. Aí está o tapete, atoalhado, manta acrilica e babados, pact e sianinha aplicada como acabamento da flor. Eu gostei do resultado e voces?

23 de mar de 2011

Feltro


Faz tempo que não posto nada, não que esteja parada com as criações, pelo contrário, tentando terminar algumas já iniciadas. vários motivos para não terminar e um deles é a preguiça, pois depois de tantos mil afazeres o artesanato fica em última opção. Mas aos poucos chego lá e aí está um pingente que fiz para minha filha Larissa (Lari) colocar no quarto. Molde retirado da net, feltro e caseado ao redor, dentro coloquei fibra e cravo para aromatizar.